Turbine sua criatividade!

Algumas pessoas pensam, erroneamente, que criatividade é uma qualidade ou capacidade que apenas alguns privilegiados tem. “O Fulano nasceu muito criativo… O Beltrano não tem um pingo de criatividade…”.

Bem, eu não acredito nisso e digo porque: Fomos feitos à imagem e semelhança de Deus, conforme Genesis 1 e 2. Ele colocou em nós qualidades de si mesmo. Nos fez inteligentes, portadores de vontade própria, intuitivos, racionais, criativos… Não conheço ninguém mais criativo que Ele.

Podemos estimular, exercitar e aumentar a nossa criatividade, assim como fazemos com os nossos músculos (bem, eu não faço muito com os músculos… mas o assunto não é esse).

O ser humano (cristão ou não), tem em algum grau, um impulso natural à criatividade, à realização de coisas criativas, à solução de problemas. Esse impulso pode ser sufocado ou estimulado por vários fatores, especialmente durante nossa infância. Varia também de acordo com nossa cultura, nosso país, ambiente familiar, ambiente natural e social em que vivemos. Nesse aspecto, creio que nós brasileiros, somos especialmente abençoados pela natureza e povo que o Senhor colocou aqui, pela fauna e flora do nosso país, pelas imigrações de povos que se refugiaram no Brasil e formaram uma cultura muito diversa e rica… Veja nossa música, artes plásticas, culinária, arquitetura, literatura… Temos problemas advindos disso tudo também, temos muita produção cultural de baixíssimo nível sendo vendida, mas é inegável que o ambiente em que vivemos tem em si uma profusão de cores, sabores e aromas que podem ser um combustível para a nossa criatividade. É inevitável também que nosso background cultural influencie na maneira como vemos o mundo ao nosso redor.

Criatividade em si, não é nem boa, nem ruim. Existem ladrões muito criativos para planejarem assaltos, alguns povos e comunidades são muito criativos em construir deuses para sua adoração, somos criativos pra pecar, podemos ser criativos para construir um prédio, criar um remédio, uma música, um projeto social ou uma máquina… depende de como canalizamos nossa capacidade.

Mas eu quero propor aqui alguns exercícios simples, que podem ser feitos com qualquer câmera fotográfica, ou mesmo com seu celular,  para estimular e incrementar a nossa criatividade, a nossa maneira de VER e a nossa atenção visual com o que está ao nosso redor. Esses exercícios vão nos forçar a procurarmos um tema “recortando-o” da realidade. Essa capacidade de antever a cena recortada, é fundamental para o fotógrafo.

Tire um dia ou um período do dia para realizar 10 fotografias com uma das “encomendas” abaixo. Imagine que você foi contratado para capturar 10 imagens com um (ou vários) dos seguintes temas:

1-Eleja uma forma geométrica e registre sempre que visualizá-la em algum objeto ou cena

2-Eleja uma cor e registre

3-Grafites em muros (analise depois o “porquê” lhe chamou a atenção)

4-Faça fotos apenas apontando de baixo para cima

5-Veja imagens em reflexos (metais, água, vidros)

6-Algo desaparecendo

7-Caretas suas, uma atrás da outra.

8-Procure “linhas” (fios de eletricidade, trilhos, parapeitos, colunas…)

9-Só fotografe cenas acinzentadas

10-Só fotografe objetos metálicos

11-Procure sombras interessantes

12-Objetos que você nunca tinha visto

13-Procure cenas que contenham objetos iguais em números ímpares (ou pares)

14-Fotografe pessoas esperando algo (médico, ônibus, refeição…) perceba suas reações

15-Fotografe através de portas ou janelas incluindo-as na cena

16-Guarda-chuvas diferentes sendo usados.

17-Duas pessoas conversando

18-Qualquer inseto em uma praça

19-Caixas de correio

20-Números no interior da sua casa

21-Pessoas com chapéu, boné, boina…

22-Pessoas em seu ofício

23-Algo que represente “repouso”

24-Algo que represente “dor”

25-Sorrisos de pessoas diferentes

26-Cenas em que o “velho” e o “novo” estão juntos

27-Objetos de um jardim

28-Pontos de vista diferentes do mesmo objeto

29-Núvens formando “bixinhos” (meus filhos fazem isso muito bem, rsrs)

30-Objetos que parecem ter ou formar uma “carinha”

31-Texturas diferentes

32-Por-do-sol como elemento secundário de uma cena

33-Combinações inusitadas de objetos

34-Escadas

35-Padrões repetidos (por exemplo, uma sequência de postes)

36-Estampas de tecido com tema floral, durante o seu dia

37-Cabeças de parafusos diferentes

38-Portões com padrões geométricos interessantes

39-Texturas diferentes de troncos de árvores

40-Algo interessante fotografado com a câmera rente ao chão

Você pode continuar ampliando essa lista, se quiser. Aqui são apenas algumas possibilidades.

Depois que fizer as 10 fotos da sua “missão”, no dia seguinte, olhe para elas e se auto-avalie. Pense o que houve de interessante nesse processo. O que você mais gostou? E do que menos gostou? Mostre pra mais alguém e explique o que você fez e deixe a pessoa dar a sua opinião sobre o processo e sobre o resultado em si. Você vai se surpreender!

Que isso não seja um fardo pra ninguém, pelo contrário, faça de algumas dessas  tarefas um tempo lúdico e agradável. A criatividade vai aflorar melhor! Envolva seus filhos ou sobrinhos se você os tiver, vai ser muito mais engraçado. Bons Clicks!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s